Nome fantasia para o MEI - O que é e como registrar?

Nome fantasia para o MEI - O que é e como registrar?

Finalmente você abriu seu negócio próprio, agora você quer torna-lo conhecido não é mesmo? Legal!

Para você que acompanha o infomei a tempos, já percebeu que o Microempreendedor Individual tem uma série de benefícios e vantagens, e poder ter um nome fantasia e registrar a própria marca é uma delas.

Neste artigo vou falar sobre o nome fantasia para sua empresa MEI, para isso devemos analisar alguns pontos para que tudo seja feito corretamente.

O que é razão social e nome fantasia?


A razão social é o nome de registro da empresa, onde é possível identificar o tipo da empresa (se é limitada, microempresa, empresa de pequeno porte), em muitos casos na razão social encontra-se até mesmo o tipo de atividade da empresa.

Para que haja uma compreensão melhor, vou usar como exemplo que a razão social é como nosso nome na certidão de nascimento.

Agora o nome fantasia da empresa é aquele nome pelo qual sua empresa será conhecida, e que lembra o que ela oferece. Por exemplo: Mercearia da Maria, Bar do João e etc.

Se pensarmos como a razão social sendo o nome de registro da empresa, o nome fantasia é como se fosse o apelido dela, assim como nós somos registrados com nosso nome próprio e as pessoas nos colocam apelidos pelos quais somos conhecidos.




O nome fantasia do MEI pode ser um e a marca do seu produto outro, também ambos pode ser o mesmo nome.

Então o nome fantasia não necessariamente deve ser o nome da sua marca.

Marca de forma simples de explicar é o nome pelo qual seu produto é conhecido, por exemplo a Apple, é um nome fantasia da empresa, ao mesmo tempo reflete uma marca, quando pensamos na Apple logo lembramos do iPhone, Mac, iPod e etc. Então a marca está presente no nome fantasia e no produto.

Em um outro artigo falarei mais sobre marcas, caso tenham uma sugestão de temas sobre marcas ou dúvidas comente no final deste artigo.

O MEI pode ter nome fantasia?


Sim, a qualquer momento o MEI pode cadastrar um nome fantasia. Para isso ele deve acessar o Portal do Empreendedor, no card, "Atualize seus dados", na opção "Alterar Dados".

Ao cadastrar o nome fantasia do MEI no Portal do Empreendedor o registro do mesmo é feito na Junta Comercial, isso não te dá direito de usar esse nome como marca da sua empresa caso ele esteja registrado por uma outra empresa.

Como vimos acima o nome fantasia pode ser o mesmo nome da sua marca, mas apenas colocar o nome no cadastro do MEI não quer dizer que você tem uma marca registrada e pode usar como tal. Então se este for seu desejo, antes de escolher o nome fantasia do seu MEI, primeiro você deve consultar o regulamento no site do INPI – Instituto Nacional da Propriedade Industrial para registro de marcas, e também fazer uma pesquisa no banco de dados do INPI para saber se o nome desejado já está ou não registrado.



Clique aqui para realizar a busca no INPI.

O nome fantasia tem o objetivo mercadológico, através dele você pode criar estratégias de marketing para atrair clientes para sua empresa.

Como escolher o nome fantasia do MEI?


Agora que sabemos o que é razão social e nome fantasia, vamos agora para a parte mais difícil, a escolha do nome rsrs.

Sim! Parece fácil mas escolher o nome fantasia da sua empresa requer muita atenção, foco e trabalho, pois ele é a primeira impressão que o cliente terá da sua empresa. Então se você quer passar uma boa impressão, e garantir que seu cliente comprará e indicará seu produto, então gaste tempo na escolha do nome perfeito, nada de colocar o primeiro que vier na sua mente.

Para a escolha do nome fantasia, alguns pontos devem ser observados.

Exclusividade: Tenha certeza de que o nome é exclusivo e assim não será acusado de cópia/plagio. Copiar o nome de outras empresas ou produtos te faz perder credibilidade, além de poder levar um belo processo por isso.

Produto/Serviço: O nome fantasia deverá se identificar com o produto ou serviço, lembrando exatamente o que eles oferecem. Mesmo que o nome fantasia não seja a marca do seu produto ele deve lembrar o seu cliente qual produto ou serviço sua empresa oferece. Por exemplo: Ao olhar o nome eContabil você já sabe que esta empresa oferece serviços de contabilidade.

Público-alvo: Pense em seu público-alvo na hora de escolher um nome fantasia que seja de bom gosto para a idade, sexo e características culturais do público.




Necessidade: O nome fantasia poderá também estar ligado às necessidades que os produtos/serviços buscam atender.

Benefícios: Escolha nomes que lembrem os benefícios e qualidade dos produtos/serviços ou ainda vantagens intrínsecas como preço, qualidade, tradição.

Clareza:    O importante é que o nome sugira algo de positivo e nunca gere dúvida de tradução ou pronúncia. Isso vale para nomes que possam se confundir com outras empresas, tipo ao pronunciar o nome da sua empresa o cliente pense que é outra.

Slogan:    Prefira nomes que possam ser lembrados e que combinem com um slogan.

Tenha um slogan: Um bom slogan cria percepções, curiosidade e até certeza.

Como escolher um bom Slogan?


Considere que os slogans, na maioria das vezes, não ocupam espaço na mente dos consumidores, que já estão com acúmulo de tantas informações.

Evite muitos trocadilhos e também slogans que são provocações com o concorrente.

O objetivo deve ser sempre alertar os consumidores sobre os produtos e serviços oferecidos.

O slogan deve também reverter situações que foram negativas no histórico de produtos/serviços, e ainda ter bom humor sem esquecer o bom senso.

O importante é ter um slogan firme diante da concorrência e que não perca seu brilho com qualquer trocadilho que seja criado depois. Lembre-se de que a concorrência pode desmontar um slogan se ele não for inteligente.

Então seja criativo, escolha um bom nome fantasia e um bom slogan para então passar para ao cliente uma percepção de qualidade, bom preço e bons produtos/serviços oferecidos para se tornar memorável para o consumidor.

Tecnologia do Blogger.