Ads Top

O MEI precisa de contador?

MEI Contador
Fonte imagem: Brasil Escola
O Microempreendedor Individual - MEI foi criado em 01 de julho de 2009, a intenção principal é tornar possível que profissionais autônomos que até então trabalhavam na informalidade, legalizem e tornem formal sua atividade como pequenos empresários.

O MEI garante ao Microempresário um CNPJ, acesso a todos os direitos previdenciários garantidos pelo Instituto Nacional de Seguro Social - INSS, e possibilita a emissão de notas fiscais de vendas e prestações de serviços realizados pelo Microempreendedor. Além do mais tudo isso com um baixo custo mensal.

Como eu sempre digo o MEI foi um "tiro certo" ou uma outra expressão foi o "empurrãozinho que faltava" para que muitos micro empresários, tivessem a oportunidade de ter o próprio negócio e a chance de competir no mercado de trabalho.

Mas desde então uma das grandes dúvidas dos Microempreendedores ou daqueles que querem se formalizar no MEI é:

O MEI precisa de contador? 

Creio que você que está lendo este artigo agora provavelmente se fez ou está se fazendo esta pergunta.

De acordo com a Lei Complementar nº 128, de 19/12/2008, que trata do microempreendedor individual – MEI, com limite de faturamento em R$ 60.000,00 anuais, o microempresário dessa categoria não é obrigado a contratar escritório de contabilidade, bem como está dispensado da contabilidade formal, não precisando escriturar nenhum livro.

Como sabemos esta Lei dispensa o Microempreendedor de manter vínculos contábeis com contadores ou escritórios de contabilidade nos serviços de escrituração Fiscal, mas a Lei também não diz para o MEI que ele pode deixar tudo a "Deus dará", para que não haja desorganização o MEI é obrigado a todo mês preencher o Relatório mensal de receitas brutas, anexado com as notas de compras e notas que ele emitir no mês.

Ser desobrigado não quer dizer que não precise!

Isso mesmo que você leu, mesmo que a Lei não obrigue o MEI a ter um contador, em determinadas situações o MEI precisa de um contador.

Além dos serviços básicos que já conhecemos do MEI, como Geração das Guias de Pagamento, Preenchimento do Relatório Mensal, Declaração Anual, o MEI também tem que cuidar das documentações relativas ao registro de funcionários.

Neste caso quando o MEI tem um funcionário e pretende registra-lo, o serviço já é mais complexo do que preencher um simples relatório, qualquer erro pode causar uma grande dor de cabeça, tanto para o funcionário como para o patrão, neste caso o MEI precisa sim de um contador especializado para tratar do registro e todos os trâmites legais que um registro exige.

Lógico existem pessoas que são microempreendedores individuais, e também tem o conhecimento na área de departamento pessoal, e total capacidade para realizar um registro de funcionário tranquilamente e sem erros, pois é especializada nisso, mas se este não for o caso o MEI precisa sim de um contador para o serviço.

Existe outras situações, como quando o MEI precisa de uma comprovação de renda, com um contador o MEI tem mais facilidades no momento de comprovar sua renda através de relatórios de faturamento por exemplo, pois com um contador o relatório de faturamento do MEI irá acompanhado com a assinatura do profissional da contabilidade, o que traz mais confiabilidade para as informações nele contidas, o MEI que tem um contador para cuidar de seu negócio ele pode comprovar renda através da DECORE, que é uma declaração de comprovação de rendimentos emitida por contadores para quem é cliente, clique aqui para saber mais sobre a DECORE.

O contador pode ajudar mais do que você pensa.

Ser ou não ser MEI, eis a questão!
Como eu disse no inicio do artigo o MEI foi o "empurrãozinho que faltava", o microempreendedor foi criado para que micro empresários saiam da informalidade, mas não foi criado para que fiquem a vida toda sendo Microempreendedores.

Estranho não é? Como assim?

Lógico quem para no tempo é museu, se você conseguiu abrir seu próprio empreendimento e esta tudo bem, o próximo passo agora é procurar ampliar, crescer e alcançar níveis melhores.

Ai que entra mais uma vez o trabalho do contador, com uma boa consultoria ele pode analisar a situação do seu negócio, e lhe auxiliar na tomada de decisões sobre os melhores momentos de investir na ampliação do mesmo, suas duvidas são esclarecidas, e neste meio tempo uma boa parceria se forma, para que você microempreendedor deixe de ser "micro" e seja "GRANDE", todos trabalhando em conjunto.

Bom pessoal é isso espero que vocês tenham gostado do artigo, e quero que comentem este artigo você que é contador ou MEI, vamos trocar idéias sobre o assunto ok

Abraços até mais!
Assessoria do infomei para microempreendedores
Avalie este post:
{[['']]}
Tecnologia do Blogger.